Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul
Facebook Twitter Youtube Sound Cloud
A Fundect Política Estadual de C&T

Política Estadual de C&T

1- Diretrizes gerais:

- Considerar o mercado interno de Mato Grosso do Sul, como fator integrante do patrim√īnio nacional, como preconiza a Constitui√ß√£o Federal e incentiv√°-lo de modo a viabilizar o desenvolvimento cultural e s√≥cio-econ√īmico, o bem estar da popula√ß√£o e a eleva√ß√£o nos n√≠veis culturais, educacionais e cient√≠fico-tecnol√≥gico da popula√ß√£o;
- Considerar que educação, ciência e tecnologia são constituintes indissociáveis de um sistema de inovação e desenvolvimento;
- Promover a integração entre os diversos agentes atuantes na área de C&T com o objetivo de construir parcerias para otimizar recursos;
- Promover mecanismos através dos quais o conhecimento científico e tecnológico possa ser apropriado pelos agentes implementadores de desenvolvimento e pela comunidade em geral;
- Promover o incremento e a diversifica√ß√£o do interc√Ęmbio nacional e internacional em fun√ß√£o dos interesses e necessidades do desenvolvimento cient√≠fico e tecnol√≥gico;
- Promover uma maior aproxima√ß√£o entre o setor produtivo e as institui√ß√Ķes executoras das atividades cient√≠fico-tecnol√≥gicas no Estado;
- Promover o aprofundamento dos conhecimentos científicos e tecnológicos acerca das potencialidades endógenas de MS;
- Ampliar os conhecimentos cient√≠ficos e tecnol√≥gicos sobre o patrim√īnio ambiental, √©tnico e cultural de MS.

2. Diretrizes para a formação de recursos humanos:

- Apoiar a formação de recursos humanos, com o objetivo de elevar o nível de qualificação dos profissionais do Estado;
- Desenvolver estudos e programas que possibilitem a fixação de mestres e doutores em Mato Grosso do Sul;
- Desenvolver programas para a formação de recursos humanos em áreas científico-tecnológicas estratégicas para o desenvolvimento do Estado;
- Desenvolver programas de Educação Continuada de base científico-tecnológico para permitir o contínuo aperfeiçoamento profissional.

3. Diretrizes para o apoio à pesquisa científica tecnológica:

- Promover e apoiar projetos inovadores que colaborem para diversificar e ampliar a base produtiva do Estado;
- Promover e apoiar atividades de pesquisadores envolvidos em projetos e/ou programas institucionais, estimulando a coopera√ß√£o e os aspectos multiplicinares com vistas ao equacionamento de problemas s√≥cio-econ√īmico e ambientais regionais;
- Colaborar para atualização e expansão da infra-estrutura científica e tecnológica do Estado, objetivando uma produção científica-tecnológica mais atualizada e competitiva;
- Apoiar projetos de pesquisa, desenvolvimento e introdução de produtos e tecnologias, processos e técnicas de gestão voltados para o aumento de eficiência produtiva e da qualidade de bens e serviços produzidos no Estado;
- Apoiar propostas de programas cooperativos com vistas à normatização técnica e à certificação de qualidade de produtos.

4. Diretrizes para o fortalecimento e gest√£o de C&T:

- Fortalecer politicamente, o Fórum de C&T como órgão normativo e formulador de políticas em C&T em Mato Grosso do Sul;
- Estabelecer Programas de Captação de Recursos com o objetivo de ampliar a disponibilidade financeira da Fundect;
- Estabelecer um Sistema de Avaliação e Acompanhamento eficiente e transparente do gerenciamento e gestão dos recursos e programas;
- Assegurar a liberação sistemática dos recursos destinados à Fundect de modo a garantir a continuidade das atividades;
- Implementar um Sistema Estadual de Informa√ß√£o Cient√≠fica e Tecnol√≥gica que dever√° estar dispon√≠vel para a comunidade t√©cnico-cient√≠fica e p√ļblico em geral e articulado com demais sistemas regionais e nacionais;
- Buscar de forma continuada articulação do Sistema Estadual de Ciência e Tecnologia com o Sistema Nacional;
- Ampliar a participa√ß√£o do Sistema Estadual de Ci√™ncia e Tecnologia no √Ęmbito do Mercosul e outras atividades internacionais.

BOLETIM INFORMATIVO

MS FAZ CIÊNCIA

Nº 10

VER ONLINE
+ Edições

BASE DE PROJETOS

desenho de uma lupa

REVISTA

CORUMBELLA

Nº 04

VER ONLINE
+ Edições

Seções

A Fundect

Programas

SIGFAP

Parceiros

CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Cient√≠fico e Tecnol√≥gico CAPES - Coordena√ß√£o de Aperfei√ßoamento de Pessoal de N√≠vel Superior FINEP - Financiadora de Estudos e Projetos INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial Sebrae - Servi√ßo Brasileiro de Apoio √†s Micro e Pequenas Empresas CONFAP - Conselho Nacional das Funda√ß√Ķes Estaduais de Amparo √† Pesquisa CONSECTI - Conselho Nacional de Secret√°rios Estaduais para Assuntos de Ci√™ncia, Tecnologia e Inova√ß√£o SECTEI - Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inova√ß√£o ABDI - Ag√™ncia Brasileira de Desenvolvimento Industrial